Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Standard & Poor’s rebaixa a nota de 16 bancos da Espanha

Desvalorização acontece depois do rebaixamento da dívida soberana do país

Por Da Redação 30 abr 2012, 05h19

A agência de classificação de risco Standard & Poor’s rebaixou nesta segunda-feira a nota de 16 bancos espanhóis, entre eles o Santander e o Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (BBVA), na esteira do rebaixamento da dívida soberana do país na semana passada. Em comunicado, a S&P citou implicações negativas diretas do rebaixamento da dívida soberana do país ocorrida na quinta-feira para a redução da nota desses bancos, cujos ratings são impulsionados pela disponibilidade de apoio do governo.

Em comunicado divulgado nesta segunda-feira, a S&P rebaixou a qualificação do Santander, Banesto, Santander Consumer, BBVA, Banco Sabadell, Ibercaja, Kutxabank, Bancos Cívica, Bankinter, Barclays e a Confederação Espanhola de Caixas Econômicas (Ceca). Além disso, situou em perspectiva negativa a qualificação que outorga a Caixabank, Bankia e ao Banco Popular.

A S&P rebaixou seus ratings de crédito de contraparte de longo prazo do Banco Santander de A+ para A-, e seus ratings de suas dívidas de primeiro grau de A+ para A-. A Agência também cortou seus ratings de crédito de contraparte de longo prazo do Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (BBVA) de A para BBB-, com a perspectiva negativa, e seus ratings de dívidas de primeiro grau de A para BBB-.

A S&P afirmou que espera concluir até o final de maio sua revisão sobre as implicações mais amplas do rebaixamento da dívida soberana da Espanha, o que pode gerar riscos à economia e ao setor industrial, bem como aos bancos do país.

(Com agências Estado e EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade