Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

S&P corta rating de crédito da França de AA+ para AA

A agência disse que as reformas dificilmente aumentarão as projeções de crescimento no médio prazo

Por Da Redação 8 nov 2013, 09h07

A agência de classificação de risco Standard & Poor’s rebaixou o rating da França para AA, de AA+, mas manteve a perspectiva estável.

A S&P disse que as reformas tributárias e as do mercado de trabalho, de produtos e de serviços, dificilmente aumentarão substancialmente as projeções de crescimento no médio prazo.

“Nós vemos a flexibilidade fiscal da França limitada por sucessivas medidas do governo para aumentar os já elevados níveis tributários.” A S&P também alertou para a inabilidade do governo para reduzir significativamente os gastos totais do governo.

Leia também:

Fitch alerta para aumento de empresas brasileiras com nota rebaixada

Continua após a publicidade

Moody’s rebaixa perspectiva de rating do Brasil

Moody’s atribui a pior nota à OGX e deixa de acompanhar a empresa

O alto desemprego também está enfraquecendo o apoio para medidas fiscais e estruturais significativas, disse a agência. Segundo comunicado publicado pela S&P, as medidas que o governo implantou desde a última afirmação de rating, em novembro de 2012, não reduziram o risco da taxa de desemprego permanecer acima de 10% até 2016.

“Em nossa visão, os atuais níveis de desemprego estão enfraquecendo o apoio para mais medidas fiscais e reformas microeconômicas, e estão deprimindo as perspectivas de crescimento de longo prazo”, afirmou a agência, que prevê um crescimento real próximo a zero neste ano, seguido por uma recuperação cíclica para uma média próxima a 1% entre 2014 e 2015.

A perspectiva estável sugere a probabilidade de alteração no rating da França no prazo de dois anos. O cenário estável reflete a expectativa de que o governo está comprometido em limitar a dívida líquida do governo geral, que deve atingir o pico de 86% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2015.

(com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade