Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sindicalistas ameaçam paralisar voos da LATAM durante a Copa

Federação de trabalhadores reclama de impasse em negociações com grupo empresarial, que reúne TAM Linhas Aéreas e LAN; empresa nega que haverá greve

Mais uma categoria de trabalhadores tenta aproveitar a Copa de 2014 para pressionar empresas e patrões. Funcionários do grupo LATAM, que reúne as operações das companhias aéreas TAM e LAN, ameaçam causar atrasos e cancelamentos de voos durante o evento no Brasil, de 12 de junho a 13 de julho.

A reivindicação dos trabalhadores é para a retomada de negociações salariais entre a LAN no Peru, mecânicos e comissários de voo. De acordo com comunicado da Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil (Fentac), a negociação com a direção da empresa está parada há seis meses.

Em nota enviada por sua assessoria de imprensa, a TAM informa que “não há ameaça oficial de greve neste momento”.

De acordo com os sindicalistas, o grupo LATAM vai realizar mais de 300 voos internacionais para o Brasil. Boa parte dos passageiros virá do Chile, do Peru e da Inglaterra. No Brasil, a TAM Linhas Aéreas terá um aumento de 31% em suas ofertas e vai adicionar mais de 750 voos domésticos.

A Fentac alega que a empresa tenta enfraquecer negociações com a oferta de incentivos extras, como prêmios em dinheiro, promoções e estabilidade a trabalhadores que abandonarem o sindicato.

Leia também:

Greve na Argentina faz TAM e Gol cancelarem voos

Justiça determina que TAM altere programa de milhagem; saiba o que muda

Pilotos da TAM protestam contra falta de segurança de voo