Clique e assine a partir de 9,90/mês

RIM não poderá ter mais empregados no conselho, conclui comitê

Por Da Redação - 31 jan 2012, 12h11

31 Jan (Reuters) – Um comitê de diretores independentes concluiu que nenhum presidente-executivo ou qualquer outro empregado da Research In Motions (RIM) poderá fazer parte do conselho da fabricante do BlackBerry.

A conclusão do painel veio a público na noite de segunda-feira, um dia antes do prazo de 31 de janeiro.

O comitê recomendou que a RIM separe os papéis de conselheiro e presidente-executivo e adapte os mandatos de acordo com isso.

Em 22 de janeiro, o conselho apontou a ex-executiva do Royal Bank of Canada Barbara Stymiest como conselheira independente.

Continua após a publicidade

Os acionistas capitaneados pela Northwest & Ethical Investments pediram à RIM que nomeasse um presidente de conselho independente, cargo previamente dividido pelos copresidentes-executivos Jim Balsillie e Mike Lazaridis, para garantir que o conselho agisse com independência da administração.

Lazaridis e Balsillie deixaram o cargo há uma semana, mas continuarão no conselho .

(Por Nicola Leske)

Publicidade