Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Receita do setor de serviços cresce 6,6% em maio

Serviços prestados às famílias tiveram maior aumento, de 11,6%

A receita do setor de serviços cresceu 6,6% em comparação com o mesmo mês do ano anterior, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados nesta quinta-feira. O indicador desacelerou em relação a janeiro (9,2%), fevereiro (10,1%) e março (6,8%). Apesar de melhor do que em abril (6,2%), esta é a segunda menor variação do setor nos últimos 12 meses, segundo o instituto.

De acordo com o IBGE, os serviços prestados às famílias tiveram aumento na receita de 11,6%, enquanto os serviços de informação e comunicação cresceram 4,5%. Os serviços profissionais, administrativos e complementares tiveram um avanço de 7,8%. Transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio, apresentaram elevação de 7,5%. Outros serviços aumentaram 5,6% na base anual.

No ano, o setor de serviços cresce 7,7%, desempenho inferior ao crescimento visto no acumulado de 12 meses até maio, de 8,2%. A Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) é o primeiro indicador conjuntural mensal que investiga o setor no país. Ela abrange as atividades empresariais não financeiras, exceto os segmentos de saúde, educação, administração pública e aluguel imputado (valor que os proprietários teriam direito de receber se alugassem os imóveis onde moram).

Leia também:

Cancelar serviços de telefonia e TV a cabo fica mais fácil

Serviços de táxi deixam a desejar nas cidades-sede da Copa do Mundo

Confiança do setor de serviços cai 0,7%, mostra FGV