Group 21 Copy 4 Created with Sketch.
Ao vivoAmarelas ao Vivo entrevista Geraldo Alckmin, do PSDB

Evento de VEJA também vai ouvir os presidenciáveis Alvaro Dias (Podemos), Marina Silva (Rede) e Henrique Meirelles (MDB). Amoêdo (Novo) foi o 1º sabatinado

Quatro grupos avaliam compra das lojas do Baú da Felicidade

Magazine Luiza, Mercado Móveis, Grupo Pão de Açúcar e Máquina de Vendas assinaram cartas de confidencialidade para analisar situação financeira da empresa

Quatro grupos varejistas assinaram cartas de confidencialidade com o banco Bradesco BBI para avaliar a rede Lojas do Baú Crediário. Magazine Luiza, Mercado Móveis, Grupo Pão de Açúcar e Máquina de Vendas teriam se aproximado da instituição, que tem o mandato para encontrar um comprador para a empresa. No fim do ano passado, Casas Bahia e a mexicana Elektra também teriam demonstrado interesse.

Ao assinar a carta de confidencialidade, as quatro redes receberam sinal verde para conhecer a real situação econômica e financeira da companhia. A informação é de interlocutores que acompanham de perto as negociações. Eles contam, porém, que os entendimentos não passam de avaliações informais e que não há propostas firmes para a compra da empresa. As redes varejistas, por sua vez, não confirmam que estariam avaliando a Lojas do Baú Crediário.

Tida pelo mercado como o patinho feio do Grupo Silvio Santos, que ainda enfrenta problemas decorrentes do rombo bilionário do Banco Panamericano, a rede Lojas do Baú Crediário teria problemas que afastam potenciais compradores. Entre os obstáculos apontados pelo mercado estariam elevado endividamento, estoques desfalcados e uma marca que vem perdendo valor aos olhos do consumidor depois do episódio da descoberta da fraude no Panamericano.

(Com Agência Estado)