Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Produção industrial deve avançar 15,1% em junho, segundo Ipea

Desempenho positivo deve suceder queda de 10,9% registrada em maio, devido à greve dos caminhoneiros

Após o tombo registrado em maio em consequência da greve de caminhoneiros, a indústria deve ter um avanço de dois dígitos em junho, segundo o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada). O Indicador Ipea Mensal de Produção Industrial prevê um crescimento de 15,1% na passagem de maio para junho.

O indicador busca antecipar o resultado da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF), apurada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O desempenho positivo projetado pelo Grupo de Conjuntura do instituto sucederia uma queda de 10,9% registrada pela indústria no mês anterior. O resultado oficial será divulgado pelo IBGE no próximo dia 2 de agosto.

Na comparação com junho de 2017, o indicador de produção industrial prevê crescimento de 6,9%. No segundo trimestre, o Ipea estima um recuo de 2% frente ao trimestre anterior. Em relação ao segundo trimestre de 2017, a expectativa é de elevação de 2,8% no segundo trimestre deste ano.

A análise por indicadores coincidentes da produção industrial mostra que o avanço em junho ante maio foi disseminado.

A produção total de veículos cresceu 37,1%, segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), e o fluxo de veículos pesados subiu 47% no mês, de acordo com a Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR). As exceções foram o indicador de confiança da indústria (-1,0%) e o nível de utilização da capacidade instalada (-0,3%).