Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Produção industrial cai 0,6% em novembro, diz IBGE

Em 12 meses, saldo negativo é de 2,5%. Queda no mês, contudo, foi menor do que esperada por analistas. Em outubro, indicador havia registrado alta

Por Da Redação 4 jan 2013, 08h13

A produção industrial brasileira caiu 0,6% em novembro frente a outubro, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira. Na comparação com novembro de 2011, a produção diminuiu 1%. Já no acumulado em 2012 até novembro, a queda na produção é de 2,6% e, em 12 meses, de 2,5%.

De acordo com pesquisa feita com analistas ouvidos pela agência Reuters, a expectativa era de que a produção industrial recuasse 0,9% em novembro ante outubro. As estimativas variaram de queda de 0,3% a 1,2%.

Leia também:

Expansão do setor industrial do Brasil desacelera em dezembro

Confiança da indústria sobe 1,1% em dezembro, diz FGV

A produção de bens de capital registrou queda de 1,1% em novembro ante outubro e na comparação com novembro de 2011, houve recuo de 10,3%. No acumulado do ano, a produção de bens de capital teve queda de 11,6%. Nos últimos 12 meses, a variação também foi negativa, de -10,7%.

A fabricação de bens duráveis recuou 1,0% em novembro ante outubro. Na comparação com novembro de 2011, ainda houve alta de 6,0%. No ano, a categoria de bens duráveis acumula uma queda de 3,3% e, em 12 meses, o recuo é de 3,5%.

Continua após a publicidade

Dentro desta categoria, a produção de veículos automotores – que responde por 50% do segmento – recuou 2,8% na passagem de outubro para novembro, segundo o instituto. O resultado foi o pior desde janeiro de 2012, quando houve queda de 29,2% na produção do setor. “Mas essa queda de janeiro foi impactada pela paralisação na fabricação de caminhões”, lembrou André Macedo, gerente da Coordenação de Indústria do IBGE. Os veículos automotores têm um peso de cerca de 10% na produção industrial nacional.

Leia ainda:

Indústria banca R$ 7,5 bi anuais em serviços públicos

Pesquisa da FGV mostra indústria mais otimista para 2013

Indústrias não têm espaço para mais dívidas, diz CNI

Revisão – O IBGE ainda revisou a alta da produção em outubro na comparação com setembro para 0,1%, ante expansão de 0,9% divulgada anteriormente. A taxa de setembro ante agosto também foi revisada, de -0,6% para -0,7%. A produção de bens de capital de outubro ante setembro também sofreu revisão, passando de -0,6% para -0,5%; enquanto a taxa de setembro ante agosto saiu de -0,8% para -0,9%; e a variação de agosto ante julho passou de -0,4% para -0,5%.

(com agência Reuters e Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade