Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Produção de veículos no Brasil cai 19,7% em setembro

Na comparação com o mesmo mês de 2010, a redução foi de 6,2%

Por Da Redação - 6 out 2011, 10h32

A produção de veículos no mercado brasileiro somou 261.184 unidades em setembro deste ano, o que implicou uma queda de 19,7% ante agosto e de 6,2% na comparação com setembro de 2010. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). O volume considera automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus.

Ainda no mês passado, as vendas totais de veículos no mercado interno, incluindo nacionais e importados, atingiram 311.648 unidades, com declínio de 4,9% ante agosto e um crescimento de 1,5% em relação a setembro de 2010.

Já nos primeiros nove meses deste ano, 2.604.108 veículos foram produzidos, o que implica uma elevação de 3,3% sobre o mesmo período de 2010. Também no acumulado do ano até setembro, as vendas somaram 2.682.706 unidades, com crescimento de 7,2% na comparação com os veículos comercializados de janeiro a setembro de 2010.

Nos doze meses encerrados em setembro, a produção de veículos somou 3,46 milhões de unidades, com um avanço de 3,4% ante igual período anterior. As vendas em doze meses somaram 3,7 milhões de veículos, com crescimento de 10,6%.

Publicidade

Exportação – A Anfavea também informou nesta quinta-feira que as exportações do setor automobilístico, em valores, somaram 1,362 bilhão de dólares em setembro, uma queda de 3,7% em relação ao mês de agosto e um crescimento de 14,9% na comparação com setembro de 2010. Esse valor considera a exportação total de veículos e de máquinas agrícolas.

De janeiro a setembro, as vendas externas totais somaram 11,339 bilhões de dólares, uma alta de 23% sobre igual período de 2010. Em 12 meses, as exportações somaram 14,96 bilhões de dólares, uma expansão de 26%.

Em unidades, setembro encerrou com exportações de 44.646 automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus, um recuo de 0,5% ante agosto e um declínio de 1,5% sobre setembro de 2010. No ano, foram exportadas 385.966 unidades, o que significou um avanço de 4,4% ante os primeiros nove meses de 2010.

(com Agência Estado e Reuters)

Publicidade