Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Previ ignora venda de fatia da Iberdrola na Neoenergia

Por Vinicius Neder

Rio – A Previ não foi informada, por parte da Iberdrola, do interesse da companhia espanhola de vender sua participação na Neoenergia, afirmou nesta segunda-feira o diretor de Participações da Previ, o fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil (BB), Marco Geovanne. A Previ integra o bloco de controle da Neoenergia ao lado da Iberdrola.

“A Neoenergia é um ativo excelente. Não fomos informados de que eles (a Iberdrola) vão vender. Então, nem avalio se tenho que comprar ou não a participação deles”, afirmou Geovanne, após participar de conferência da Rede Internacional de Governança Corporativa (ICGN), no Rio.

No longo prazo, porém, a Previ terá que diminuir sua participação na Neoenergia, hoje em 49%, segundo Geovanne. Pelas regras da Previc, órgão federal regulador dos fundos de pensão, os fundos não podem ter mais de 25% de participação em uma única empresa. Por conta de um termo de ajustamento de conduta (TAC) assinado com a Previc, a Previ tem até 2014 para se enquadrar nessa e em outras normas, entre elas a que impede os fundos de ter mais do que 10% do total do portfólio em um único ativo. Esse é o caso do investimento da Previ na Vale.

“Temos que reduzir a participação em algumas empresas, por força de regulação”, disse Geovanne, completando que em breve começarão as negociações para rever o prazo previsto no TAC.