Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Portugal tem dia de greve geral contra a austeridade

Por Francisco Leong 22 mar 2012, 07h10

Os transportes públicos nas principais cidades portuguesas estavam afetados pela primeira greve geral do ano, que também deve prejudicar vários serviços públicos em protesto contra as medidas de austeridade.

Em Lisboa, o metrô e as barcas que ligam as duas margens do rio Tejo estavam totalmente paralisados.

Trens e ônibus na capital devem funcionar de maneira extremamente reduzida, assim como o metrô no Porto.

O transporte aéreo não deve ser afetado, já que os controladores aéreos não anunciaram adesão à greve.

Escolas, hospitais, tribunais, prédios administrativos, agências dos correios, bibliotecas, museus e a coleta do lixo também devem ser afetados.

O objetivo da greve é protestar contra as medidas de austeridade aprovadas desde o ano passado pelo governo em troca de uma ajuda internacional de 78 bilhões de euros, afirmou Armenio Carlos, líder da CGTP, a maior confederação sindical do país, que convocou a paralisação.

Continua após a publicidade

Publicidade