Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Porto de Santos continua com funcionamento parcial

Por Tássia Kastner

São Paulo – O Porto de Santos (SP) tem funcionamento parcial nesta quinta-feira, mesmo após decisão liminar do Tribunal Regional do Trabalho de que pelo menos 70% dos trabalhadores avulsos deveriam voltar ao trabalho.

Nas requisições da manhã, às 7h, dos 586 trabalhadores chamados, 311 se apresentaram, pouco mais de 50%, segundo o Órgão de Gestão de Mão de Obra do Trabalho Portuário (Ogmo-Santos). Às 13h, dos 588 requisitados, apenas 196 compareceram para trabalhar.

Segundo a Companhia Docas do Estado de São Paulo, operam nesta quinta 12 navios – seis de contêineres e seis de granéis líquidos. Além disso, 13 estão parados pela chuva e três poderiam estar operando, mas não estão sendo atendidos. A Codesp, no entanto, não afirmou se por falta de mão de obra, ainda que, nesta tarde, apenas pouco mais de 30% dos avulsos tenham se apresentado.

A paralisação ocorre desde às 13h de terça-feira, quando entrou em vigor o Termo e Ajuste de Conduta (TAC) para regular a rotina dos trabalhadores avulsos. Assinado em 2006, o TAC estabelece, entre outras mudanças, que haja intervalo de 11h horas entre cada jornada de trabalho, o que desagrada os trabalhadores.

Segundo o presidente do Sindicato dos Estivadores de Santos, Rodnei Oliveira da Silva, os trabalhadores não estavam em greve e até o final da manhã, não tinham sido notificados da liminar.