Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Plano para Grécia é ‘mais necessário do que nunca’, dizem Sarkozy e Merkel

Em reação à proposta de Papandreou de submeter plano europeu a um plebiscito, Merkel e Sarkozy voltaram a defender o acordo

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, e a chanceler alemã, Angela Merkel, afirmaram que a aplicação do acordo alcançado na última cúpula da zona do euro com relação ao resgate financeiro da Grécia “é mais necessária do que nunca”.

Em comunicado divulgado pelo Palácio do Eliseu após uma conversa por telefone entre ambos os líderes, Sarkozy e Merkel defenderam o plano estipulado pela zona do euro na semana passada sobre um novo resgate à Grécia, em reação a proposta do primeiro-ministro grego, George Papandreou, de submeter às medidas a um plebiscito em seu país.

Sarkozy e Merkel marcaram de conversar nesta quarta-feira à tarde em Cannes, no litoral francês, onde acontece a cúpula do G20 (grupo que reúne os 20 países mais ricos). A primeira reunião será com os representantes das instituições europeias e com o Fundo Monetário Internacional (FMI). Posteriormente, ambos conversarão com as autoridades gregas. Esses encontros terão como objetivo adotar todas as medidas necessárias para a aplicação o mais rápido possível do acordo alcançado em Bruxelas.

Na nota, Sarkozy e Merkel lembraram que foi acordado na cúpula proporcionar à Grécia uma ajuda financeira de 100 bilhões de euros, que sobe para 130 bilhões se levado em conta os 30 bilhões de euros que a zona do euro está disposta a conceder aos credores como garantia para o perdão de 50% da dívida grega.

O plano integral anticrise, apesar ter como eixo o novo resgate da Grécia, também preparava os bancos para enfrentar o impacto da dívida soberana de outros países com problemas.

(Com EFE)