Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Prazo para sacar PIS/Pasep termina nesta sexta

Após 28 de setembro, valores só poderão ser retirados por pessoas maiores de 60 anos ou dentro de condições específicas

Por Redação Atualizado em 24 set 2018, 14h25 - Publicado em 24 set 2018, 10h58

Aproximadamente 5,2 milhões de brasileiros, com menos de 60 anos, têm somente até a próxima sexta-feira, 28, para sacar as cotas do PIS/Pasep. Segundo o Ministério do Planejamento, 7,8 bilhões de reais serão disponibilizados.

Depois desta data, o dinheiro só pode ser retirado por maiores de 60 anos ou dentro de condições específicas, como aposentadoria, doenças graves e morte.

Números atualizados do Planejamento mostram que, dos 28,5 milhões de cotistas que podem retirar os valores, apenas 16,3 milhões retiraram o dinheiro até a última sexta, 20. Isso significa que 12,2 milhões de pessoas ainda podem receber a cota do PIS/Pasep, paga preferencialmente pela Caixa Econômica Federal (trabalhadores da iniciativa privada) e Banco do Brasil (setor público).

No total, ainda estão disponíveis 24,2 bilhões de reais. Dos 42,2 bilhões de reais disponíveis inicialmente, apenas 18 bilhões foram retirados.

A maior parte dos cotistas que sacaram os valores são menores de 60 anos (11,1 milhões). Cerca de 4 milhões de trabalhadores com mais de 60 anos também sacaram o montante a que possuem direito.

O pagamento da cota do PIS/Pasep é devido a trabalhadores que atuaram formalmente na iniciativa privada ou no serviço público entre 1971 e 1988. Neste período, os empregadores recolhiam recursos do PIS/Pasep em nome de seus funcionários, como ocorre atualmente com o FGTS. O depósito deixou de ser feito a partir da Constituição de 1988, mas o dinheiro ficou depositado nos bancos em nome dos trabalhadores, que podiam retirar apenas os rendimentos uma vez por ano.

O saque só era possível a partir de 70 anos ou em outras situações, como doenças graves e aposentadoria. Neste ano, o governo reduziu a idade para 60 anos e, há três meses, permitiu o saque para qualquer idade no período entre junho e 28 de setembro.

Continua após a publicidade

Publicidade