Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Petrobras fica com terminal no Porto de Santos por 558,25 milhões de reais

Leilão de portos teve poucos interessados e empresa fez a única oferta pela área

Por Luisa Purchio 19 nov 2021, 13h55

O leilão de portos realizado pelo governo na B3 na manhã desta sexta-feira, 19, teve poucos interessados e reflete bem o momento que o país vive: em meio à inflação que pressiona os custos dos projetos de infraestrutura e aos temores sobre qual será a política de preços a ser adotada pela Petrobras devido ao alto preço dos combustíveis. A Petrobras foi a única empresa a fazer uma oferta pelo terminal de granéis líquidos STS 08A, no Porto de Santos, e o arrematou por 558,25 milhões de reais.

Esse é o maior arrendamento portuário brasileiro desde os anos 2000 e a empresa já era a favorita na disputa por já operar no local por meio da Transpetro em um contrato considerado precário – com término previsto para 2014, desde então, o contrato vinha sendo postergado sucessivamente, o que impactava em menores investimentos anuais. Com 305.688 metros quadrados, o terminal será concedido para a empresa por meio de um contrato de 25 anos que prevê investimentos de 792 milhões de reais.

“Esse leilão encerra um capítulo muito complexo da nossa atividade logística. A Petrobras tem quatro refinarias conectadas a esse terminal, é de extrema importância. Esse leilão era muito esperado. Agora, temos 25 anos de estabilidade jurídica. Nossos clientes podem ficar muito tranquilos”, disse Andrea Damiani, gerente executiva da Petrobras. O valor será pago ao governo federal através da companhia docas administradora Santos Port Authority (SPA).

Outros leilões com baixa adesão

Além deste leilão, o governo negociou o terminal STS 08, também no porto de Santos, e o IMB05, em Ibituba, em Santa Catarina. O primeiro deles, no entanto, não recebeu nenhuma oferta, nem mesmo da Petrobras, que poderia arrematar a concessão na ausência de outro interessado.

Já o segundo, atualmente gerido pela estatal do governo estadual SCPar Porto de Imbituba, teve como único interessado a Fertilizantes Santa Catarina, que ofereceu outorga de 200 mil reais pelo terminal de granéis líquidos. Com 7.445 metros quadrados, a previsão de investimentos é de 25 milhões de reais e de capacidade de 14.973 toneladas.

Em solicitação dos interessados, outros leilões programados foram suspensos, entre eles, o do terminal de granéis sólidos vegetais no Porto de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, o de granéis sólidos minerais no Porto de Itaguaí, no Rio de Janeiro, e o de carga geral, no Porto de Cabedelo, na Paraíba.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.