Clique e assine a partir de 8,90/mês

Petrobras e Vale fazem Bolsa recuar 2,45% nesta quarta

Ações da estatal recuaram após afirmação de que o reajuste do preço da gasolina não estava decidido

Por Da Redação - 29 out 2014, 17h42

A BM&FBovespa fechou no vermelho nesta quarta-feira, na mínima do dia, em sessão marcada pelo pessimismo de analistas em relação a empresas como Petrobras e Vale. O anúncio do fim do programa de compra de títulos pelo banco central dos Estados Unidos ao término da sua reunião de dois dias ampliou as perdas no pregão brasileiro na parte da tarde. O Ibovespa fechou em queda de 2,45%, a 51.049 pontos. O volume financeiro da sessão somou 8,3 bilhões de reais.

A bolsa ainda passa por uma acomodação com a eleição presidencial no domingo, no aguardo de indicações sobre a política econômica a ser adotada no segundo mandato da presidente Dilma Rousseff.

Nos EUA, o Federal Reserve encerrou o programa de compra de títulos conforme esperado pelo mercado e sinalizou confiança de que a recuperação econômica americana seguirá nos trilhos, apesar de sinais de desaceleração em muitas partes da economia global.

Leia também:

Fed sinaliza melhora no crescimento dos EUA e encerra programa de compra de títulos

Banco Central deve manter Selic em 11% nesta quarta

Continua após a publicidade

Ações – Petrobras encerrou entre as maiores quedas do Ibovespa depois de ter afirmado que não há, no momento, decisão sobre o reajuste dos preços de combustíveis. O Goldman Sachs cortou a recomendação dos papéis de “compra” para “neutra”, bem como reduziu o preço-alvo e os excluiu da sua lista LatAm Spotlight.

A Vale também sofreu neste pregão, véspera de divulgação do balanço, após nova queda nos preços do minério no mercado à vista na China, para perto do menor nível desde 2009. O Credit Suisse cortou a recomendação para o ADR da mineradora de “neutra” para “underperform” e o preço-alvo.

Usiminas teve a maior queda do índice, de 8%, após divulgar, na manhã desta quarta-feira, prejuízo de 24 milhões de reais.

Câmbio – O dólar fechou em queda ante o real nesta quarta-feira, mas longe das mínimas da sessão, reduzindo as perdas após o Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, demonstrar confiança na recuperação da economia norte-americana.

A moeda dos EUA operou em queda durante toda a sessão, com investidores se desfazendo de apostas de que a reeleição de Dilma Rousseff impulsionaria ainda mais a divisa norte-americana e à espera da decisão do Fed.

O dólar caiu 0,23%, a 2,4684 reais na venda, mas chegou a cair quase 2%, a 2,4250 reais, na mínima do dia. Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de 1,6 bilhão de dólares.

(Com Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade