Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Petrobras é a 2ª empresa mais endividada da América Latina e EUA

Dívida bruta da estatal atingiu o nível recorde de R$ 506,5 bilhões no terceiro trimestre, volume que só é menor que o da General Electric no ranking, segundo a Economatica

A Petrobras é a segunda empresa de capital aberto mais endividada da América Latina e Estados Unidos, segundo levantamento da empresa de informações financeiras Economatica. A dívida bruta da estatal brasileira atingiu o nível recorde no terceiro trimestre de 506,5 bilhões de reais, de acordo com dados do balanço publicado nesta quinta-feira. O crescimento da dívida no período foi impulsionado, sobretudo, pela valorização do dólar.

Em dólar, o endividamento da Petrobras atingiu 127,5 bilhões no final de setembro, o que a coloca atrás somente da General Electric, que fechou o terceiro trimestre com dívida bruta de 226,5 bilhões de dólares. Depois da Petrobras, aparecem a empresa de telecomunicações AT&T (126,93 bilhões de dólares), a montadora Ford (126,42 bilhões de dólares) e a Verizon, também de telecomunicações (112,32 bilhões de dólares). As três são americanas.

A dívida bruta da Petrobras, de meio trilhão de reais, representa um crescimento de 44% em nove meses. Em dezembro de 2014, estava em 351 bilhões de reais. Já a dívida líquida (dívida bruta menos o caixa) subiu 43% em nove meses, para 402,3 bilhões de reais no final de setembro. No final de 2014, era de 282 bilhões de reais.

A Petrobras reportou um prejuízo líquido de 3,75 bilhões de reais no terceiro trimestre, o terceiro pior da história da estatal. No acumulado de janeiro a setembro, em contrapartida, a empresa acumula lucro líquido de 2,10 bilhões de reais. O montante é 58% menor que o do mesmo período de 2014.

Leia mais:

Petrobras tem prejuízo de R$ 3,7 bilhões no 3º trimestre

Corrupção custou R$ 42,8 bilhões à Petrobras, avalia PF

Petrobras cancela licitação de oito helicópteros

(Da redação)