Clique e assine a partir de 9,90/mês

Petrobras confirma qualidade do petróleo de Carcará

Foram coletadas novas amostras de óleo que comprovaram também as excelentes características de porosidade e permeabilidade dos reservatórios.

Por Da Redação - 13 ago 2012, 21h22

A Petrobras informou na segunda-feira que os dados obtidos com a continuação da perfuração do poço 4-SPS-86B (4-BRSA-971-SPS), que testa o prospecto de Carcará, no bloco BM-S-8, em águas ultraprofundas no pré-sal da Bacia de Santos, comprovaram a boa qualidade do petróleo, de cerca de 31º API.

Essa descoberta já havia sido anunciada preliminarmente no dia 20 de março de 2012.

Foram coletadas novas amostras de óleo até a profundidade de 6.131 metros, que comprovaram também as excelentes características de porosidade e permeabilidade dos reservatórios carbonáticos.

Localizado a 232 quilômetros do litoral do Estado de São Paulo, em lâmina d’água de 2.027 metros, o poço ainda está sendo perfurado dentro da zona de óleo, a 6.213 metros de profundidade. Segundo comunicado da Petrobras, a perfuração tem o objetivo de determinar a espessura total dos reservatórios portadores de petróleo, bem como a presença de zonas de interesse mais profundas.

Leia mais:

Petrobras registra 1º prejuízo em treze anos

Continua após a publicidade

Perda da área de abastecimento da Petrobras salta 208%

O poço já confirmou uma coluna com mais de 400 metros de petróleo, caracterizada principalmente por reservatórios contínuos e conectados.

A Petrobras é operadora do consórcio (66%), em parceria com a Petrogal Brasil (14%), Barra Energia do Brasil Petróleo e Gás Ltda. (10%) e Queiroz Galvão Exploração e Produção (10%).

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade