Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Pepsico manda recolher lote de Toddyinho contaminado por bactéria

Segundo a empresa, cerca de 2.000 produtos impróprios para o consumo foram localizados no Rio Grande do Sul

Por Da Redação 12 ago 2014, 17h00

A Pepsico anunciou nesta terça-feira o recolhimento de um lote do achocolatado Toddyinho, que está contaminado por bactéria. Segundo comunicado da empresa, o produto não passou no teste bacteriológico e foi direcionado para descarte. Contudo, uma falha ocorrida no centro de distribuição resultou no envio do produto para o varejo – especificamente no estado do Rio Grande do Sul.

O lote GRU L15 51 (intervalo de 23:04 a 23:46) foi fabricado em 2 de junho deste ano e tem validade até 29 de novembro. Segundo a Pepsico, os produtos apresentam sabor azedo, e sua ingestão pode causar desconforto gastrointestinal, vômito e diarreia. A empresa não informou qual bactéria foi responsável pela contaminação, mas os bacilos podem surgir, em geral, devido a condições inadequadas de resfriamento e armazenamento. Segundo a empresa, cerca de dois mil produtos já foram localizados.

Leia também:

Depois do formol, álcool é encontrado em lotes de leite no RS

Fraude alimentar deixa consumidores de mãos atadas

Em nota, a Pepsico disse que os consumidores que tiverem adquirido o produto devem entrar em contato com o SAC da empresa para fazer a troca, sem qualquer custo, pelo número 0800 703 2222, das 8h00 às 20h00, ou pelo e-mail sactoddynho@pepsico.com.

Em 2011, a Pepsi anunciou recall de 80 mil unidades de Toddyinho devido à presença de detergente na composição da bebida distribuída também no Rio Grande do Sul. Na época, a contaminação acarretou em 32 ocorrências de intoxicação.

Continua após a publicidade
Publicidade