Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PDT vai à Justiça contra acordo entre Embraer e Boeing

Ação solicita derrubada de decisão do conselho de administração da empresa, em dezembro, que aprovou parceria com a aérea estrangeira

 O PDT deu entrada na quarta-feira, 9,  em uma ação civil pública na Justiça Federal em Brasília para suspender a venda da divisão comercial da Embraer para a Boeing, citando risco à soberania nacional.

A legenda defende que o acordo acertado pela Embraer com a Boeing no final do ano passado seja analisado pelo Congresso Nacional e pelo Conselho de Defesa Nacional.

 

Em nota, o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, afirmou que a união das empresas “coloca em risco a soberania nacional, porque prevê, entre outras medidas, a completa transferência de tecnologias fundamentais para segurança nacional.”

O negócio já foi alvo de outras ações. Em dezembro do ano passado, a Justiça de São Paulo concedeu uma liminar a um grupo de deputados do PT que questionavam o negócio, questionando também a soberania nacional. A decisão foi derrubada pelo Tribunal Regional Federal da  Tribunal Regional Federal da 3ª região (TRF3) a pedido da Advocacia-Geral da União (AGU).

Negociações

O acordo em andamento entre as duas companhias prevê a criação de uma nova companhia, uma joint venture, no termo do mercado, na qual a Boeing teria 80% e a Embraer, 20%. Caberia à Boeing a atividade comercial, não absorvendo as atividades relacionadas a aeronaves para segurança nacional e jatos executivos, que continuariam somente com a Embraer.

Hoje o governo brasileiro tem uma participação qualificada na empresa, por meio de golden share, uma ação especial que dá mais controle ao seu proprietário.

(Com Reuters)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Fernando Ribeiro

    O PDT quer aparecer de qualquer jeito, como o lupi perdeu o Ministério do Trabalho, quer ser protagonista de qualquer modo, mesmo sabendo que não vai dar em nada..

    Curtir