Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pastores liderarão caravana humanitária para desafiar embargo a Cuba

Washington, 18 jul (EFE).- Líderes religiosos dos Estados Unidos liderarão nesta quinta-feira o envio de uma caravana com quase 100 toneladas de ajuda humanitária para Cuba, missão que cruzará a fronteira americana com o México e depois seguirá para a ilha, num claro desafio ao embargo econômico contra o país caribenho.

A caravana faz parte das atividades de desobediência civil do grupo ‘Pastores pela Paz’, que desde 1989 leva ajuda humanitária para Cuba.

‘Estamos decididos a levar esta ajuda a nossos irmãos e irmãs em Cuba. Nossa luta seguirá até que ponham fim a este bloqueio imoral, cruel e infrutífero’, afirmou por meio de um comunicado o co-diretor do ‘Pastores pela Paz’, o sacerdote Luis Barrios.

Em agosto do ano passado, mais de 80 ativistas foram interrogados pelas autoridades de imigração no estado do Texas, após completar sua vigésima segunda caravana de envio de ajuda humanitária.

Os ativistas deixaram claro na ocasião que continuariam com este tipo de atividade para protestar contra o embargo. Segundo o grupo, o bloqueio unilateral dos EUA gerou para Cuba uma perda de US$ 750 bilhões de dólares em assistência médica, educacional e alimentos, e mesmo assim ‘Cuba segue cuidando de sua população e oferecendo ao mundo um exemplo’.

Após atravessar a fronteira, a caravana viajará pelo México e chegará a Cuba, onde os ativistas visitarão hospitais, centros culturais, igrejas e outras organizações do país, disse o grupo.

A cada ano, os religiosos percorrem estados do Canadá e dos EUA para conseguir ajuda humanitária para a ilha. EFE