Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Parente comandou o ‘Ministério do Apagão’ durante crise energética

Por Da Redação 19 Maio 2016, 19h46

Pedro Parente, indicado nesta quinta-feira para ser o novo presidente da Petrobras, comandou aquele que ficou conhecido como o “Ministério do Apagão” durante a crise energética de 2001. Em maio daquele ano, Parente, ministro-chefe da Casa Civil, foi escolhido pelo presidente Fernando Henrique Cardoso para comandar o grupo interministerial de combate à crise. O racionamento de energia estendeu-se até o início do ano seguinte. (Da redação)


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)