Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Para TCU, governo superestimou receitas em R$ 162 bilhões este ano

Tribunal diz que equipe econômica trabalhou com números excessivamente otimistas para a inflação e o PIB de 2016

O Tribunal de Contas da União (TCU) acredita que a equipe econômica do governo possa ter superestimado as receitas primárias em 162,3 bilhões de reais na Lei Orçamentária (LOA) deste ano. A avaliação da área técnica do TCU faz parte de relatório de acompanhamento que vai servir como base para a análise das contas da presidente Dilma Rousseff de 2016.

Reportagem desta quinta-feira do jornal O Globo mostra que, segundo o TCU, o governo trabalhou com números excessivamente otimistas para o resultado do PIB e da inflação deste ano. Com essa previsão melhorada, a estimativa de receitas aprovada na Lei Orçamentária de 2016, de 1,451 trilhão de reais, estaria mais de 10% acima do número real.

O ministro relator Augusto Sherman afirmou que “em um contexto de flagrante retração da atividade econômica, é de se estranhar que a estimativa de receitas aprovada na LOA 2016 seja superior à do orçamento do exercício anterior e, ainda mais, à da proposta orçamentária consolidada pelo Poder Executivo e encaminhada ao Congresso Nacional em meados de 2015”.

De acordo com Sherman, no segundo semestre do ano passado houve revisões em indicadores para refletir a piora na economia.

Leia também:

Empresas que apostavam na alta do dólar correm para evitar prejuízos

STF julga em 27 de abril mudança de cálculo de dívida de Estados com a União

(Da redação)