Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Para conquistar os ‘verdes’, Coca-Cola lança bebida adoçada com stévia

Coca-Cola Life já está à venda na Argentina e no Chile, mas não deve chegar ao Brasil

Por Da Redação
17 jun 2014, 20h19

Em busca dos consumidores que criticam a quantidade de açúcar e adoçantes em suas bebidas, a Coca-Cola lançou uma nova versão adoçada com açúcar e stévia, a Coca-Cola Life. Extraída da planta stevia rebaudiana, nativa da América do Sul, a stévia adoça mais que o açúcar refinado e contém outras propriedades nutritivas, como ajudar na eliminação de toxinas. A Coca-Cola Life, já comercializada na Argentina e no Chile, teve suas calorias reduzidas de 140 para 89.

Leia também:

Jundiaí é sede da maior fábrica da Coca-Cola do mundo

Coca-Cola pagará R$ 14,5 mil de indenização por “corpo estranho”

Continua após a publicidade

Depois da chegada ao mercado da Coca-Cola Zero, em 2006, este é o primeiro produto da marca com uma remodelação tão significativa. A bebida será comercializada na Grã-Bretanha em setembro, mas não há previsão de lançamento no Brasil. O Ministério da Saúde não avaliou o produto. Contudo, um decreto (6871/2009) sobre a padronização, a classificação, o registro, a inspeção e a fiscalização da produção e do comércio de bebidas proíbe a associação de açúcar e adoçantes (stévia) em bebidas não alcoólicas, com exceção de preparados sólidos para sucos, como as polpas.

O lançamento da Coca-Cola Life faz parte de uma parceria entre a empresa e o governo britânico com o objetivo de reduzir os índices de obesidade na população. A promoção ao produto tem sido discreta nos mercados de teste, como a Argentina, justamente por se tratar de um movimento arriscado para a companhia – que, ao mesmo tempo em que tenta aderir a um viés mais ‘verde’, termina por reconhecer, indiretamente, que fabrica produtos que fazem mal à saúde. A nova bebida se posiciona, de fato, como uma resposta da Coca-Cola às diversas críticas contra seu uso ostensivo de açúcar e produtos químicos em seus refrigerantes. Contudo, parece pouco provável que o uso da stévia faça com que os adoradores de quinua passem a consumir a bebida.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.