Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Países europeus alcançam acordo sobre a união bancária

Reunião concluiu acordo político que determina o mecanismo responsável por resgatar bancos em dificuldades

Por Da Redação 20 mar 2014, 09h21

A União Europeia (UE) alcançou um acordo político definitivo entre suas diferentes instituições sobre o segundo pilar da união bancária, o Mecanismo Único de Resolução (MUR), destinado a liquidar ou resgatar bancos em dificuldade, informaram nesta quinta-feira representantes do Parlamento Europeu.

O acordo sobre o mecanismo, alcançado ao fim de uma reunião de 16 horas entre o Conselho (que representa os estados membros) e o Parlamento, é adicionado ao Mecanismo Único de Supervisão (MUS), que pretende inspecionar os balanços e ativos dos bancos da zona do euro.

Leia também:

Inflação na zona do euro tem menor nível em 4 anos

Mercosul tenta fechar proposta de acordo com a UE

Ambos, completados com um fundo de resolução, formam a complexa união bancária que pretende evitar que as eventuais dificuldades do setor bancário pesem na dívida pública dos estados. “O acordo é positivo para restaurar a confiança nos bancos europeus”, afirmou o vice-presidente da bancada do partido que representa a direita no Parlamento, o PPE, Corien Wortmann-Kool.

Com o acordo alcançado, os problemas dos bancos “deveriam ser resolvidos em um fim de semana (…) reduzindo a interferência política no processo”, completou.

O acordo representa “uma proteção real contra a crise bancária”, afirmou o ministro das Finanças da França, Pierre Moscovici. Ele disse que o objetivo é evitar a reprodução da crise financeira de 2008.

(Com AFP)

Continua após a publicidade

Publicidade