Clique e assine a partir de 9,90/mês

País cria 1,82 mi de vagas de trabalho no ano até agosto

Por Da Redação - 14 set 2011, 11h27

Por Célia Froufe

Brasília – As contratações de trabalhadores com carteira assinada superaram as demissões em 1.825.382 postos no acumulado do ano até agosto, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado na manhã de hoje pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). No mesmo período do ano passado, o saldo de geração de vagas formais foi de 2.195.370. No acumulado dos oito meses deste ano, houve uma redução na criação de empregos da ordem de 16,85% na comparação com o período de janeiro a agosto de 2010.

A meta do governo para 2011 era atingir 3 milhões de novos empregos formais no País, considerando os trabalhadores do âmbito da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e servidores públicos, já descontadas as demissões do período. Na sexta-feira passada, porém, o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, já havia demitido que dificilmente essa meta será atingida este ano.

Publicidade