Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

OGX ganha licença para atividade em Tubarão Martelo

Campo de Rêmora também obteve autorização do Ibama para desenvolver e escoar sua produção de óleo

Por Da Redação 12 ago 2013, 10h54

A OGX Petróleo e Gás informou nesta segunda-feira que obteve a licença de instalação para desenvolver e escoar a produção de petróleo nos blocos BM-C-39 e BM-C-40, na Bacia de Campos. A licença foi emitida pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) na sexta-feira.

Os blocos BM-C-39 e BM-C-40 contêm os campos de Tubarão Martelo e Rêmora, localizados a cerca de 95 km da costa brasileira, em lâmina d´água de aproximadamente 110 metros de profundidade. De acordo com a companhia, o Campo de Tubarão Martelo será desenvolvido pela plataforma FPSO OSX-3, que está a caminho do Brasil e tem chegada prevista para o terceiro trimestre e início de produção estimado para o final deste ano.

Leia mais:

OGX anuncia queda de 40,4% na produção de julho e culpa danos nas bombas

Seis empresas assinam contratos da 11ª Rodada – menos a OGX

A empresa lembra que recentemente celebrou contrato com a Petronas Brasil E&P para vender 40% de sua participação, o que garantiu sua posição como operadora nas concessões dos blocos BM-C-39 e BM-C-40. A transação está sujeita à aprovação da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

(com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade