Clique e assine a partir de 9,90/mês

Obras no aeroporto de Viracopos voltam a ser interditadas

Esta é a segunda paralisação em menos de uma semana; decisão foi do Ministério do Trabalho cujos técnicos viram irregularidades relacionadas à segurança dos trabalhadores

Por Da Redação - 15 Maio 2014, 14h12

As obras do aeroporto de Viracopos, localizado em Campinas (SP), foram interditadas novamente. Trata-se da segunda ação deste tipo em menos de uma semana, informou o Ministério Público do Trabalho (MPT) nesta quinta-feira. A decisão, que partiu do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), após fiscalização feita por dois procuradores do MPT, levou a paralisação das atividades realizadas em diversos locais do canteiro, como os píeres A, B e C, além do saguão e da ponte de acesso ao novo terminal.

“Segundo os fiscais, há risco grave e iminente de queda dos operários em decorrência de irregularidades relacionadas à segurança do trabalho. Foram identificados andaimes fora das normas, falta de uso de equipamentos de proteção individual e ausência da chamada ‘linha de vida’, dispositivo utilizado nas lajes superiores para ancorar o cinto de segurança”, informou o MPT.

Na última sexta-feira, as reformas no aeroporto também foram suspensas, após o MPT e o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) de Campinas apontarem risco de acidentes devido à “confusão” no canteiro de obras.

Leia também:

Continua após a publicidade

Viracopos cumprirá papel na Copa, garante Moreira Franco

Anac prevê multas em caso de atrasos durante a Copa

Governo anuncia plano para prevenir apagão no Galeão

Os atrasos nas obras, por sua vez, aumentam os riscos da concessionária do aeroporto de Viracopos, que tem entre seus acionistas a Triunfo, a UTC Participações, a francesa Egis Airport Operation e a estatal Infraero, ser multada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Procurada, a concessionária afirmou por meio de sua assessoria de imprensa que o consórcio construtor “esclarece que cumpre todas as normas exigidas pelas leis de segurança do trabalho. O consórcio informa ainda que todas as adequações necessárias serão imediatamente efetuadas”. A expectativa, segundo a empresa, é que as obras sejam retomadas nos próximos dias.

Continua após a publicidade

Na semana passada, o consórcio que administra Viracopos assumiu o atraso, mas ressaltou que o aeroporto estará preparado para receber as delegações e autoridades da Copa do Mundo.

(com agência Reuters)

Publicidade