Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Obama faz apelo por solução para “abismo fiscal”

Presidente reeleito já convocou o Congresso para a retomada das discussões sobre a redução do déficit

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, telefonou na noite de ontem e durante esta quarta-feira para líderes do Congresso a fim de discutir a agenda legislativa e incentivar ambos os partidos a “colocarem seus interesses partidários de lado”, afirmou a Casa Branca.

O comunicado informou que Obama focou as conversas em assuntos econômicos, incluindo a redução do déficit fiscal, impostos e criação de empregos. A questão mais urgente na agenda é como evitar o chamado “abismo fiscal”, uma série de cortes de gastos e aumentos de impostos automáticos que entrarão em vigor no começo do ano que vem caso não haja acordo no Congresso. O presidente, reeleito na última terça-feira, vai lidar com uma Câmara republicana e um Senado democrata, assim como tem feito nos últimos dois anos.

Leia também:

Vitória de Obama é garantia de continuidade econômica

Bolsas desabam ante temor fiscal e risco na Europa

A Casa Branca informou que Obama telefonou para o presidente da Câmara, John Boehner, e para o líder da minoria no Senado, Mitch McConnell – ambos republicanos -, além do líder da maioria no Senado, Harry Reid, e a líder da minoria na Câmara, Nancy Pelosi – seus aliados democratas.

“O presidente reiterou seu compromisso de encontrar soluções bipartidárias para reduzir nosso déficit de uma forma equilibrada, cortar impostos para as famílias da classe média e pequenas empresas e também gerar empregos”, informou a Casa Branca. “Ele disse que acredita no povo americano e deixou uma mensagem nas eleições de ontem de que líderes de ambos os partidos precisam colocar interesses partidários de lado e trabalhar com o objetivo de colocar os interesses do povo e da economia americana em primeiro lugar.”

(Com Estadão Conteúdo)