Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Nova fábrica na Bahia dará suporte para cadeia do petróleo

Grupo Asperbras e estatal chinesa se unem para investir fábrica de máquinas e equipamentos para prospecção e extração de petróleo e gás, a Bomcobras

Por Da Redação 10 out 2011, 10h02

O empreendimento terá investimento inicial de 130 milhões de reais

As empresas brasileiras Grupo Asperbras e BRCP, e a estatal chinesa Baoji Oilfield Machinery Company (Bomco), anunciam nesta segunda-feira, em São Paulo, uma parceria para construir uma fábrica de máquinas e equipamentos para prospecção e extração de petróleo e gás, a Bomcobras. Segundo as empresas, o empreendimento terá investimento inicial de 130 milhões de reais. A fábrica será instalada em uma área de 50 mil metros quadrados na região metropolitana de Salvador.

De acordo com as companhias, o objetivo da união é atender a crescente demanda de máquinas e equipamentos usadas pelas empresas que fazem prospecção e extração de petróleo e gás no Brasil. Na associação, a Bomco vai deter 34%, enquanto as brasileiras Aspebras e BRCP somarão juntas 66%. “Vamos fabricar no Brasil todos os equipamentos e máquinas que a Bomco produz na China”, afirma, em nota, o vice-presidente do conselho de administração da Bomcobras e presidente da Asperbras, Francisco Colnaghi.

A linha de produção inclui produtos para exploração no continente e no oceano. Entre os itens estão bombas de lama, tubos e torres de perfuração, guindastes e sondas, cujo alcance pode chegar a 12 mil metros. “Mas não iremos atuar só na venda de equipamentos. O objetivo é também fornecermos peças de reposição, inclusive para equipamentos já em operação”, diz Francisco.

(com Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade