Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

No leilão A-5, 39 usinas vendem energia eólica

Por Luciana Collet e André Magnabosco

São Paulo – Um total de 39 usinas de energia eólica venderam energia no leilão de energia nova, também chamado A-5, que contrata a energia para início de fornecimento em 2016. A maior parte dos projetos (15 deles) fica no Ceará, seguido do Rio Grande do Norte, onde estão localizados outros 12 parques eólicos. Os estados da Bahia e do Rio Grande do Sul receberão cinco projetos cada um e os dois restantes ficam no Maranhão.

O maior valor contratado pela energia eólica foi de R$ 109,40/MWh, proveniente do projeto Ventos do Sertão, localizado na Bahia, que vendeu 2.226.564 MWh. Já o valor mais baixo para a energia proveniente dos ventos foi de R$ 97/MWh, acertado pela EDP no Brasil para os parques Baixa do Feijão I,II, III e IV, todos localizados no Rio Grande do Norte e que somam 120 MW de capacidade instalada. Juntos comercializaram 9.749.792 MWh.

Além dos projetos eólicos, duas térmicas a biomassa também conseguiram negociar energia. A usina Conquista do Pontal, localizada em SP, de 50 MW de potência, comercializou um total de 175.320 MWh, ao preço de R$ 95,00/MWh, enquanto a Porto das Águas, localizada em Goiás, vendeu 3.506.400 MWh, ao preço de R$ 103,46/MWh. Completando a lista de vendedores está a Usina São Roque, que comercializou 21.512.754 MWh a R$ 91,20/MWh.

Já do lado das distribuidoras, a Celg D foi a principal compradora, adquirindo 14,279 milhões de MWh, ou 13,6% do montante total. Em segundo lugar vem a Eletropaulo, com 11,423 milhões de MWh (10,9%), seguido pela Celesc D, com 10,048 milhões de MWh (9,6%), e a Celpe, com 9,995 milhões de MWh (9,5%).