Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Nissan acompanha negociação entre Brasil e México

Por Da Redação 8 fev 2012, 10h28

Por Alexandre Rodrigues

Rio (AE) – O presidente da Nissan no Brasil, Christian Meunier, disse hoje que a montadora acompanha com atenção as negociações entre os governos do Brasil e do México sobre a importação de automóveis. A Nissan tem uma fábrica no Paraná e vai construir uma segunda planta no interior do Estado do Rio para ampliar a produção nacional, mas a unidade só começará a produzir em 2014. Até lá, a montadora ainda depende da importação de pelo menos quatro modelos produzidos no México para atingir sua meta de conquistar pelo menos 5% de participação no mercado brasileiro até 2015/2016.

“Temos uma parceria muito forte com o Brasil. Acompanhamos a discussão do Brasil com o México, que é uma negociação de alto nível, mas tenho certeza que vamos achar uma solução para manter o compromisso da Nissan com o Brasil, que é total”, disse Meunier, evitando falar do assunto com mais detalhes.

O executivo não quis avaliar como o resultado das negociações em torno da restrição de importações de automóveis do México pode alterar os planos da Nissan no Brasil.

Meunier participou de entrevista coletiva nesta manhã em que anunciou patrocínio oficial da montadora às Olimpíadas de 2016. O valor do patrocínio não foi divulgado, mas o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Nuzman, informou que não haverá aporte de recursos, e sim o fornecimento do serviço de transporte de atletas, delegações, jornalistas e dirigentes com a cessão de 4,5 veículos. Parte deles será doada à Prefeitura para a assistência de comunidades após os jogos.

No próximo fim de semana, a Nissan dá início a uma nova campanha publicitária explorando sua condição de patrocinadora oficial do evento.

Continua após a publicidade
Publicidade