Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Motorista pode baixar versão digital da CNH pelo celular

É necessário possuir a CNH com QR Code impresso no verso para baixar a versão digital do documento de habilitação

Motoristas não precisam mais sair de casa para gerar a versão digital da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O processo pode ser feito desde ontem através de um aplicativo pelo celular ou tablet. A novidade foi desenvolvida pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro).

O Ministro das Cidades, Alexandre Baldy, destacou a facilidade para adquirir a CNH Digital. “Nem todos os motoristas tinham tempo para ir a um posto de atendimento do Detran. Agora, ficou muito mais rápido e prático, facilitando a vida das pessoas”.

Para gerar o documento, basta baixar o aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT), disponível de forma gratuita na Google Play e App Store. É necessário possuir a CNH com QR Code impresso no verso. Essa versão começou a ser emitida em maio de 2017 e aproximadamente 26 milhões de brasileiros já têm o documento com o código de barras bidimensional. O motorista que não tiver a nova versão precisará emitir uma segunda via para usufruir do aplicativo.

Depois de baixar o aplicativo, o usuário cadastra-se e utiliza seu dispositivo móvel para ler o QR Code, que serve como autenticação do documento. Em seguida, ocorre um teste de movimento, através da câmera do celular, com o objetivo de evitar fraudes. Por fim, a validação ocorre após a criação de uma senha.

O documento pode ser acessado a qualquer momento, sem necessidade de conexão com a internet. De acordo com a Serpro, 620 mil CNHs digitais já tinham sido emitidas em todo o país. 

A CNH já tinha uma versão online, mas só quem possuísse um certificado digital, espécie de CPF virtual, podia adquiri-la.

O aplicativo também poderá gerar uma versão digital do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). No entanto, diferentemente da CNH, o acesso ao CRLV só está disponível nos estados do Ceará, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pernambuco e Rondônia.