Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Moody’s muda perspectiva de bancos brasileiros para o campo negativo

Segundo a agência, fundamentos financeiros do país vão se deteriorar devido às dificuldades de se operar no mercado brasileiro, com a demanda por crédito em queda e a alta exposição a risco dos bancos estatais

A agência de classificação de risco Moody’s mudou nesta quinta-feira as perspectivas para a nota atribuída ao sistema bancário brasileiro. O resultado passou de estável para negativo. “Essa mudança reflete nossa avaliação de que os fundamentos financeiros do Brasil vão se deteriorar como resultado das dificuldades de se operar no mercado brasileiro”, diz a agência, em nota.

Leia também:

Montadoras anunciam nova onda de demissões e férias coletivas

Balança comercial tem maior déficit para setembro em 16 anos

Segundo a Moody’s, a piora da economia brasileira vai restringir o ambiente de negócios, prejudicar a qualidade dos ativos bancários, por meio do aumento da inadimplência, e reduzir o lucro. A queda da demanda por crédito também é citada pela agência como agravante para a mudança da perspectiva.

“O sistema bancário brasileiro tem sido bifurcado, com bancos públicos em grande expansão nos últimos anos, como foram de estimular a economia, enquanto bancos privados têm sido mais conservadores”, informa a Moody’s.

Segundo a economista da agência, Ceres Lisboa, as políticas fiscal e monetária divergentes do país e as eleições criaram mais incertezas entre os investidores, o que deve pesar sobre a capacidade dos bancos em gerar capital. “E o mercado de trabalho está começando a enfraquecer. O desemprego está baixo principalmente por causa de uma queda temporária na força de trabalho ativa, mas a geração de postos de trabalho recuou ao menor nível da última década”, acrescentou.