Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Moody’s adverte que pode rebaixar nota de bancos espanhóis

A agência de classificação de risco Moody’s advertiu que poderá reduzir a nota de vários bancos da Espanha, devido tanto à sua exposição ao mercado imobiliário como à sua capacidade menor de gerar lucros.

A Moody’s afirmou em um comunicado que colocou em perspectiva negativa as notas das seguintes instituições financeiras: Banco Cooperativo (atualmente “A1”), Banco Sabadell (“A3”), Bankia (“Baa2”) e sua matriz BFA (“Ba2”), Bankinter (“A2”), CaixaBank (“Aa3”) e sua matriz La Caixa (“A2”), Confederação Espanhola de Caixa de Poupança (CECA, “A2”), Caixa Rural de Granada (“Baa1”), Ibercaja Banco (“Baa1”) e Lico Leasing (“Baa3”).

Informou que reavaliará “a força financeira de todos os bancos espanhóis, que refletem um aumento das espectativas de perdas em relação a sua exposição no mercado imobiliário”, afirmou a Moody’s.

Apesar disso, indica que diminuiu a pressão para impulsionar as reservas de capital e aumentar as provisões em um momento em que a economia espanhola está estagnada, e os bancos enfrentam uma capacidade menor para gerar lucros.

Por outro lado, a Moody’s informou que estava reavaliando um possível aumento da qualificação do Banco CAM, que foi comprado pelo Banco Sabadell.