Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Monsanto, da Bayer, enfrenta 8,7 mil processos por glifosato nos EUA

No Brasil, uma disputa judicial domina os discussões sobre o registro do herbicida

A Bayer informou nesta quarta-feira, 5, que o número de ações judiciais nos Estados Unidos contra a recém-adquirida Monsanto subiu para cerca de 8.700 em 27 de agosto, depois que a Monsanto foi condenada a pagar indenização relacionada ao uso de um herbicida que contém glifosato.

No fim de julho, o número de processos contra a Monsanto estava em torno de 8.000. A aquisição da Monsanto pela Bayer foi concluída em junho.

A maioria das ações foi apresentada em tribunais estaduais de Missouri, Delaware e Califórnia, enquanto o restante foi ajuizado em diversas cortes federais, detalhou a Bayer.

Em agosto, a Justiça na Califórnia condenou a Monsanto a pagar indenização de 289 milhões de dólares ao ex-jardineiro norte-americano Dewayne Johnson, que teria desenvolvido câncer após ter utilizado herbicida da empresa que contém glifosato.

A Bayer, cujas ações despencaram desde então, contesta a decisão judicial e vem apresentando moções antes de um possível recurso.

No Brasil, uma disputa judicial domina os embates sobre o registro do glifosato. O último capítulo ocorreu nesta segunda-feira, 3, quando o Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF1) derrubou liminar do início de agosto, da Justiça Federal de Brasília, que determinava a suspensão de registros de produtos à base de glifosato e de outros dois agroquímicos, abamectina e tiram.