Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ministros da zona do euro dão aval a segundo pacote grego

Com novo aporte, dívida grega deverá cair para 117% do PIB até 2020

O chefe dos ministros de Finanças da zona do euro, Jean-Claudes Juncker, disse que o novo pacote de socorro à Grécia deve ser formalizado até a manhã de quarta-feira. O novo programa financeiro foi aprovado politicamente na noite desta segunda-feira. Com isso, a dívida soberana da Grécia deve cair a 117% de seu Produto Interno Bruto (PIB) até 2020 – nível melhor do que a meta proposta União Europeia, de 120,5% do PIB.

Juncker ainda afirmou que espera uma contribuição do Fundo Monetário Internacional (FMI) ao pacote, e que a proposta de 28 bilhões de euros feita pela diretora-gerente do órgão, Christine Lagarde, é bem-vinda.

Durante o encontro que ratificou a decisão, o ministro grego Evangelos Venizelos, que representava seu país, garantiu aos seus colegas europeus que não haverá compensação a nenhuma parte que participou da troca de bônus.

Venizelos expressou sua disposição em submeter ao Parlamento grego nas próximas semanas projeto de lei para garantir que Atenas dê prioridade ao pagamento da dívida. O ministro sugeriu que a diretriz possa ser aprovada em abril.

Por sua parte, o vice-presidente da Comissão Europeia e comissário de Assuntos Econômicos e Monetários, Olli Rehn, afirmou que o sucesso do segundo resgate “dependerá essencialmente da implementação inquebrantável dos ajustes e da unidade política nesta crise”.

(Com Reuters e EFE)