Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Microsoft suspende correção do Windows após PCs travarem

Empresa disse que problema foi relatado por usuários com dispositivos com processador da AMD; atualização serve para falha de segurança em processadores

Por Da redação Atualizado em 9 jan 2018, 18h46 - Publicado em 9 jan 2018, 16h32

A Microsoft informou nesta terça-feira que suspendeu o reparo de proteção contra as ameaças de segurança Meltdown e Spectre voltado a computadores equipados com alguns chips da AMD após reclamações de usuários de que as atualizações de software travaram as máquinas. A empresa informou que está trabalhando com a fabricante de processadores para resolver os problemas e restabelecer as atualizações do Windows o mais rapidamente possível.

Meltdown e Specter são duas falhas que comprometem a memória de computadores e podem permitir que hackers ignorem sistemas operacionais e softwares de segurança para roubar senhas ou chaves de criptografia. As falhas foram reveladas na última semana e  comprometem a maioria dos tipos de computador, incluindo celulares e servidores de computação em nuvem.

“Para evitar que os clientes da AMD não consigam reiniciar os computadores, a Microsoft temporariamente vai suspender neste momento o envio de atualizações do sistema operacional Windows para dispositivos com AMD impactados neste momento”, afirmou a Microsoft. A empresa disse que o problema foi causado porque a documentação sobre os processadores enviadas pela AMD estava incorreta.

A Microsoft afirmou que a atualização fez os computadores travarem na chamada “tela azul” do Windows 10, Windows 8.1 e Windows 7. A empresa divulgou um passo a passo ensinando como restaurar os sistemas afetados na página que fala sobre o erro.

Concorrência

A AMD tinha afirmado na semana passada que diferenças de design em seus chips em relação à Intel deixavam seus produtos com “risco zero” em relação ao Meltdown, e que a variante relacionada ao Spectre poderia ser resolvida por meio de atualizações de software.

Representantes da AMD não estavam disponíveis de imediato para comentários adicionais.

As ações da AMD recuavam 3,9% nesta tarde em Nova York. Na semana passada, as ações da empresa subiram quase 20% com investidores especulando que a empresa poderia tomar participação de mercado da Intel com a descoberta da falha.

(Com Reuters)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)