Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Mercado aposta em Selic a 9,50% ao final de 2017, diz Focus

A previsão do corte da taxa de juros em fevereiro passou de 0,5 para 0,75 ponto porcentual após o presidente do BC dizer que este será o novo patamar

Por Da redação 23 jan 2017, 08h58

Os analistas do mercado aumentaram a aposta na queda da taxa básica de juros, a Selic, e as estimativas apontam que ela fechará o ano em 9,50%, segundo o Boletim Focus divulgado pelo Banco Central nesta segunda-feira. Esta é a segunda semana consecutiva de queda e, no período anterior, a média das previsões era de 9,75%. A Selic está atualmente em 13%, após um corte há duas semanas que surpreendeu o mercado.

  • A previsão do corte da taxa de juros que será feito na reunião dos dias 21 e 22 de fevereiro passou de 0,5 para 0,75 ponto porcentual após o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, afirmar na última semana durante o Fórum Econômico Mundial em Davos que este seria o novo patamar da redução. A estimativa da Selic para 2018 também caiu de 9,50% para 9,38%, terceira queda semanal seguida.

    A expectativa para a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), cuja desaceleração foi apontada pelo Comitê de Política Monetária (Copom) como justificativa para o corte maior da Selic em janeiro, também recuou, pela terceira semana consecutiva, de 4,80% para 4,71%. A meta perseguida pelo governo para este ano é de 4,5%, com tolerância de 1,5 ponto porcentual.

    Para 2018, a estimativa de inflação permanece dentro do centro da meta (4,5%). As previsões para o crescimento do PIB permanecem inalteradas, em 0,50% neste ano e 2,20% no período seguinte.

    Continua após a publicidade
    Publicidade