Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mark Zuckerberg quer “curar todas as doenças” até final do século

Mais de 700 especialistas se candidataram ao programa bancado pela fundação do CEO do Facebook e de sua mulher, Priscilla Chan; 47 foram escolhidos

O mais novo e ambicioso projeto do fundador do Facebook Mark Zuckerberg para tratar e curar todas as doenças deu um passo à frente com o anúncio de que o empresário está financiando dezenas de cientistas pelos próximos cinco anos.

Coordenado pela Iniciativa Chan Zuckerberg (CZI, na sigla em inglês), administrada pelo CEO do Facebook e pela pediatra Priscilla Chan, sua esposa, o programa, anunciado por 3 bilhões de dólares em setembro do ano passado, tem como objetivo ajudar a “curar todas as doenças” até o final do século XXI. De acordo com o portal americano Business Insider, foco do programa é o investimento em pesquisa científica de longo prazo.

A organização de pesquisa Chan Zuckerberg Biohub, braço da CZI, anunciou nesta quarta-feira que está fornecendo 50 milhões de dólares em financiamento para pesquisadores, segundo noticiou o site de tecnologia TechCrunch. O dinheiro vai para 47 pessoas que devem receber, cada uma, pouco mais de 1 milhão de dólares. No total, foram mais de 700 pessoas a se candidatarem ao programa.

As áreas abordadas pelos pesquisadores vão desde células de imagem até desenvolvimento de tecnologias de biochip e estudo da transmissão da malária. O Biohub é parceiro de três importantes universidades (Berkley, Central Florida e Stanford). “Nossos três parceiros universitários fornecem a espinha dorsal do trabalho da Biohub”, disse a organização, em nota. “Nossos pesquisadores vêm dessas instituições de pesquisa e seus professores serão parte integrante de nossas operações diárias.”

Em nota, a organização informou que está conduzindo “pesquisas que ajudam a resolver grandes problemas de saúde, encontrando e apoiando os melhores e mais brilhantes biólogos, cientistas, engenheiros e tecnólogos. Nossa cultura enfatiza a liberdade intelectual e a colaboração”. E encerrou dizendo que “fornecemos nossa equipe com as melhores ferramentas científicas – e quando as ferramentas certas não existem, vamos inventá-las”.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ele poderia começar pelo vício que se tornou o facebook e todos os outros que eles compraram.

    Curtir

  2. Vanessa Pereira

    Fala sério! Quem realmente vai se beneficiar com essas pesquisas? A poderosa elite mundial da qual Zuckebrega faz parte!!

    Curtir