Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Mais de 90% dos postos de gasolina no Rio estão sem combustível

Empresas com transportadores próprios tentaram levar caminhões para abastecer na Refinaria de Duque de Caxias, mas foram impedidos por manifestantes

Por Da redação 25 Maio 2018, 10h44

Mais de 90% dos postos de gasolina no município do Rio de Janeiro estão sem combustível nesta sexta-feira (25), segundo estimativas do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis, Lubrificantes e de Lojas de Conveniência (Sindcomb) da cidade. Este é o quinto dia consecutivo da greve dos caminhoneiros, que afeta o abastecimento em postos de todo o país.

De acordo com a entidade, postos com transportadores próprios tentaram levar caminhões para abastecer na Refinaria de Duque de Caxias (Reduc) e trazer mais combustível pela manhã, mas foram impedidos pelos manifestantes. 

  • Dos poucos postos que ainda estão abastecendo na capital fluminense, grande parte só tem gasolina aditivada e os clientes têm de enfrentar enormes filas.

    Em São Paulo, a dificuldade em abastecer também afetou o trânsito e o transporte público. A capital paulista amanheceu com trânsito abaixo da média, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) do município, e a frota de ônibus foi reduzida para 59% pela manhã, já que os coletivos não puderam ser abastecidos, de acordo com a SPTrans.

    A coleta de lixo comum e reciclável na cidade foi suspensa e os Ecopontos estão fechados. Nesta sexta-feira, apenas serviços críticos estão funcionando na cidade, como a limpeza de feiras, recolhimento de animais mortos e coleta de resíduos hospitalares.

    Serviços de limpeza urbana como a varrição de vias e logradouros foram reduzidos. Atendimento de saúde e aulas nas escolas, por sua vez, não foram comprometidos.

    Continua após a publicidade
    Publicidade