Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Magnatas se reúnem em Buenos Aires para debater sobre crise e negócios

Buenos Aires, 3 mai (EFE).- O mexicano Carlos Slim Helú, o venezuelano Gustavo Cisneros e o brasileiro Marcelo Odebrecht, entre outros, participam desde esta quinta-feira em Buenos Aires do Encontro de Pais e Filhos de Empresários da América Latina, no qual debaterão sobre assuntos atuais, informaram fontes da organização à Agência Efe.

Os debates, que serão realizados a portas fechadas até sexta-feira, girarão em torno da crise global, do clima de negócios, dos atuais desafios, das zonas francas, do desenvolvimento da mineração, tendências no campo digital e da situação de setores como a agroindústria.

Na lista de empresários presentes na 10ª edição do encontro, rodeado de hermetismo, também estão os brasileiros Jorge Gerdau, presidente-executivo do grupo siderúrgico Gerdau, e Joseph Safra, proprietário do Banco Safra, além dos chilenos Álvaro Saieh, proprietário do grupo Saieh, e Ignacio Cueto, gerente geral da companhia aérea Lan.

Também participarão os argentinos Santiago Soldati, proprietário de Sociedad Comercial del Plata; Cristiano Rattazzi, titular da Fiat, e Alejandro Bulgheroni, da companhia petrolífera Bridas, entre outros.

A reunião de milionários foi proposta em 2003 pelos magnatas Slim e Cisneros, com o objetivo de que seus filhos e netos se conheçam melhor, embora atualmente esta plataforma seja utilizada para compartilhar experiências e receitas do êxito nos negócios.

Este encontro, que acontece em um luxuoso hotel portenho, também é concebido para discutir os temas sociais e econômicos que preocupam o mundo e a região.

Além disso, participam da reunião o prefeito de Buenos Aires, o conservador Mauricio Macri, e o secretário argentino de Mineração, Jorge Mayoral. EFE