Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lucro do Itaú cai 9,5% no primeiro trimestre, para R$ 5,1 bi

Banco precisou aumentar provisões contra perdas com clientes que não pagam seus financiamentos e registrou queda de 4,8% no estoque de crédito

O Itaú Unibanco, maior banco privado do país, fechou o primeiro trimestre com lucro líquido de 5,18 bilhões de reais. O montante é 9,5% menor que os 5,73 bilhões de reais registrados no mesmo período de 2015, infomou o banco nesta terça-feira.

Na chamada base recorrente, que desconsidera receitas extraordinárias, o lucro somou 5,23 bilhões de reais, ou 9,9% menos que um ano antes. A previsão média de analistas consultados pela agência Reuters para esta linha era de 5,19 bilhões de reais.

O banco elevou em 43,7% as provisões para perdas com clientes que não pagam seus financiamentos, o que foi um dos motivos para a queda no lucro. As provisões somaram 6,4 bilhões de reais no primeiro trimestre. O índice de inadimplência – atraso nos pagamentos superior a 90 dias – atingiu 3,9% no primeiro trimestre. No mesmo período de 2015, o índice foi de 3%.

O banco teve viu suas receitas pressionadas pela retração da carteira de crédito. O estoque de financiamentos do Itaú, incluindo avais e fianças, caiu 4,8% na comparação com o primeiro trimestre do ano passado, a 517,48 bilhões de reais. A contração foi liderada pelos empréstimos para compra de veículos (-31,2%), para grandes empresas (-9,8%) e para pequenas e médias (-9,9%).

O que não deixou de crescer no banco foram as receitas com tarifas e serviços. Elas subiram 4,4% na comparação com o primeiro trimestre de 2015, chegando a 7,17 bilhões de reais.

Leia mais:

Mercado prevê queda maior do PIB e alívio na inflação e no dólar em 2016

(Com Reuters)