Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Líderes do G-8 dizem que crescimento é “imperativo”

CAMP DAVID, 19 Mai (Reuters) – Os líderes do G-8 afirmaram neste sábado que é “imperativa” a promoção do crescimento e dos empregos para revigorar a economia global, e deram apoio à manutenção da Grécia na zona do euro.

“Nós concordamos que a importância de uma zona do euro forte e coesa para a estabilidade global e sua manutenção, e afirmamos nosso interesse na manutenção da Grécia na zona do euro, respeitando os seus compromissos”, afirmaram os líderes em um comunicado após a reunião.

Os dirigentes do G-8 se comprometeram ainda em “tomar todas as medidas necessárias para reforçar a revigorar nossas economias e combater os estresses financeiros” em meio a preocupações cada vez maiores sobre a saúde dos bancos europeus.

Além disso, eles enfatizaram a necessidade das economias da zona do euro em dificuldade de manterem a responsabilidade fiscal, mesmo que os cidadãos europeus estejam mostrando uma impaciência cada vez maior com as medidas de austeridade defendidas principalmente pela Alemanha.

“Estamos comprometidos com a responsabilidade fiscal e, neste contexto, apoiamos a solidez e a sustentabilidade das políticas de consolidação orçamental quem levem em conta a evolução dos países de suas condições econômicas, e reforçar a confiança e recuperação econômica”, afirmaram.

Os membros do G-8 são os Estados Unidos, Reino Unido, França, Itália, Alemanha, Canadá, Japão e Rússia.

(Reportagem de Warren Strobel)