Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Justiça libera empréstimo à OAS, alvo da Lava Jato

Empreiteira recebeu autorização para receber um empréstimo de 800 milhões de reais; OAS negocia com credores para pagar dívida de 10 bilhões de reais

Envolvida na Operação Lava Jato, a empreiteira OAS, que pediu proteção da Justiça em março para escapar da falência, conseguiu da Justiça de São Paulo autorização para receber um empréstimo de 800 milhões de reais do fundo canadense de infraestrutura Brookfield. Uma liminar havia suspendido a operação no início de agosto, atendendo ao pedido de alguns credores.

Com a decisão, que permitirá a transferência imediata de 200 milhões de reais à empreiteira, a OAS irá se engajar na negociação com os credores internacionais, segundo reportagem desta terça-feira do jornal Folha de S.Paulo. Cerca de 70% da dívida da OAS inscrita na recuperação judicial foi feita em dólares.

Com a disparada da moeda americana, a dívida da empresa sobe e a pressiona ainda mais, uma vez que suas receitas vêm de contratos faturados em reais. Desde que pediu proteção à Justiça, há quase seis meses, a dívida da empresa cresceu quase 2 bilhões de reais e agora está avaliada em cerca de 10 bilhões de reais.

Segundo o jornal, uma nova rodada de negociações da dívida será realizada nesta semana em Nova York. Para se livrar da dívida, a OAS estuda vender a sua fatia na Invepar, que é considerado o seu ativo mais precioso e o que teria atraído o interesse da Brookfield. A Invepar reúne os investimentos da OAS em concessões de rodovias, metrôs, vias urbanas e aeroportos.

A OAS entrou em crise financeira após se tornar alvo da Operação Lava Jato, que investiga um esquema de formação de cartel e pagamento de propina em obras da Petrobras.

Leia também:

Grupo Pão de Açúcar é condenado a pagar R$ 212 milhões a Lily Safra

Valeant compra fabricante do ‘Viagra feminino’ por US$ 1 bilhão

(Da redação)