Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Juros de 3% a 4% seriam razoáveis para ajuda a Espanha

Por Daniel Roland 11 jun 2012, 08h12

A ajuda europeia concedida a Espanha para sanear o sistema bancário poderia ter juros de 3% a 4%, afirmou nesta segunda-feira o porta-voz da Comissão Europeia, Amadeu Altafaj, antes de afirmar que é prematuro concretizar um percentual.

“É prematuro falar da taxa de juros, não podemos falar de uma taxa concreta, pois dependerá das condições de mercado, mas, efetivamente, percentuais de 3% ou 4% são razoáveis quando se tratam destas operações”, destacou Altafaj, porta-voz europeu de Assuntos Econômicos, em uma entrevista ao canal TVE.

A Espanha, quarta economia da Eurozona, aceitou no sábado um resgate europeu de até 100 bilhões de euros para sanear o sistema bancário.

Publicidade