Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Japão com déficit comercial pela primeira vez em 31 anos

O Japão registrou em 2011 seu primeiro déficit comercial desde 1980 devido às pertubações provocadas pelo terremoto e tsunami de 11 de março passsado e ao encarecimento da fatura energética depois do acidente na central nuclear de Fukushima.

O déficit comercial da terceira economia mundial chegou a 2,4927 trilhões de ienes (32 bilhões de dólares, 25 bilhões de euros) no conjunto do ano, segundo aunciou o ministério das Finanças.

As importações tiveram um aumento de 12%, provocado pelo aumento da fatura da compra de petróleo (+21,3%) e de gás natural líquido (+37,5%).

Não apenas subiram os preços dos combustíveis: o arquipélago também teve que importanr mais gás que nunca para compensar o colapso da geração de eletricidade nas centrais nucleares, depois do acidente de Fukushima.

Em 2011 também houve um importante aumento das importações de produtos alimentícios (+12,4% em valor).

O valor global das exportações caiu, em compensação, 2,7% em relação a 2010 devido a uma forte queda do faturamenteo externo dos semicondutores (-14,2%) e de automóveis (-12,1%).

As indústrias eletrônica e automotiva também sofreram graves perturbações depois do terremoto e tsunami.