Clique e assine a partir de 9,90/mês

Indústria inverte tendência de queda e acelera em janeiro

Apesar da alta de 0,2%, acumulado de 12 meses ainda aponta desaceleração

Por Da Redação - 2 mar 2011, 09h37

Ao contrário do que se espera para os meses de janeiro, período em que a economia se acomoda após a expansão natalina, a produção industrial brasileira acelerou 0,2%, de acordo com o dado divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira. A inesperada alta da produção ocorre após dois meses consecutivos de baixa – queda de 0,8% em dezembro e 0,1% em novembro do ano anterior. Na comparação com janeiro de 2010, o avanço é de 2,5%.

A aceleração industrial entre dezembro e janeiro foi sustentada pela expansão de 15, das 27 áreas pesquisadas pelo IBGE. No entanto, tiveram mais força em, especificamente, três setores que haviam apresentado desaceleração em dezembro. Trata-se de material eletrônico e equipamentos de comunicações (cuja expansão de 35,5% refletiu o retorno das férias coletivas concedidas por empresas do setor no mês anterior), metalurgia básica (5,3%) e farmacêutica (5,4%). No que se refere a categorias de uso, os bens de consumo lideraram a alta, com 6% de aceleração em janeiro.

O setor automotivo também influenciou o resultado positivo, tendo crescido 8,2% ao longo de janeiro, e sendo seguido por máquinas e equipamentos, que avançaram 7%.

Apesar da expansão apontada, a tendência anual continua sendo de desaceleração. No acumulado dos 12 meses, a expansão apurada em janeiro é de 9,4%, número abaixo do crescimento acumulado nos meses anteriores: de 10,4% em dezembro, 11,7% em novembro e 11,8% em outubro.

Continua após a publicidade

Análise: Indústria só deverá se recuperar em 2012, preveem analistas

Publicidade