Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Índice europeu de ações fecha quase estável; mineradoras caem

LONDRES, 19 Dez (Reuters) – O principal índice de ações da Europa fechou perto da estabilidade nesta segunda-feira, em meio a um menor volume de negócios, com as mineradoras entre as maiores baixas após fracos dados sobre o setor imobiliário chinês alimentarem preocupações com a demanda. Também pesou o novo enfraquecimento do otimismo com uma solução para a crise de dívida soberana da zona do euro.

O FTSEurofirst 300, referência para o mercado acionário da região, teve leve alta de 0,06, para 957 pontos. Dados preliminares indicavam antes uma leve queda.

As mineradoras perderam terreno, com o índice STOXX Europe 600 Basic Resources Index em queda de 1 por cento. Sinais de que o mercado imobiliário está esfriando na China, principal consumidor de metais do mundo, pioraram a perspectiva para a demanda dos metais industriais e pesou sobre o sentimento do mercado.

Na zona do euro, ministros de finanças europeus estão tentando aperfeiçoar o arsenal do Fundo Monetário Internacional (FMI) e pressionam para uma orientação por regras fiscais mais duras, mas cresceram as dúvidas sobre o plano da UE e estrategistas dizem que os benefícios levariam longo tempo para se materializar.

“É muito longo prazo”, disse o diretor de ações internacionais da Legal & General, Ian King. “O foco do mercado está no curto prazo.”

O mercado também reagiu à conclusão divulgada pela agência de classificação de risco Fitch na sexta-feira, de que uma “solução abrangente” para a crise está tecnicamente e politicamente além do alcance. A agência alertou que seis economias da zona do euro, incluindo Itália e Espanha podem ser atingidas por rebaixamentos de rating de crédito no futuro próximo.

Em LONDRES, o índice Financial Times cedeu 0,41 por cento, a 5.365 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX baixou 0,54 por cento, para 5.671 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 subiu 0,06 por cento, a 2.974 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib declinou 0,16 por cento, para 14.548 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 teve queda de 0,6 por cento, a 8.253 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 avançou 0,19 por cento, para 5.328 pontos.

(Reportagem de Brian Gorman)