Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Inadimplência faz lucros dos grandes bancos recuarem em 2012

Itaú Unibanco, Bradesco e Santander, juntos, ganharam 27,7 bilhões de reais no ano passado, o que significou uma queda de 5,3% ante o exercício anterior

Pela primeira vez desde o auge da crise global, o lucro somado dos três maiores bancos privados do Brasil caiu de um ano para o outro. Levantamento da empresa de informações financeiras Austin Rating feito a pedido da reportagem mostra que Itaú Unibanco, Bradesco e Santander, juntos, ganharam 27,7 bilhões de reais no ano passado, o que significou um recuo de 5,3% ante o exercício anterior.

Individualmente, Itaú Unibanco e Santander viram seus resultados encolherem em 2012, enquanto o Bradesco conseguiu lucrar 3,2% a mais, um porcentual baixo se comparado ao dos anos recentes no sistema financeiro brasileiro.

O desempenho apenas modesto para um segmento da economia que se acostumou a acumular recordes é explicado, em parte, pela inadimplência, que aumentou ao longo de quase todo o ano passado. Isso obrigou as instituições a fazerem pesadas provisões contra perdas. Considerando os mesmos três bancos, essas despesas avançaram quase 27%, para 48,3 bilhões de reais.

“O ano de 2012 foi marcado por uma grande subida nas provisões para devedores duvidosos”, disse o presidente do Itaú, Roberto Setubal, na apresentação de resultados anuais. Em grande parte, explicou, a inadimplência decorreu da concessão farta de crédito em 2010, quando a economia cresceu 7,5%.

Leia também:

BC reduz multas de bancos, mas eleva condenações de executivos

(Com Estadão Conteúdo)